svadhisthana
Chakras,  Meditação

Svadhisthana, o Chakra Umbilical/Sacral

Hoje vamos dar continuidade ao tema deste post e falar sobre Svadhisthana (ou Swadhisthana), o Chakra Sacral, também conhecido por Umbilical ou Esplénico.

Como no post anterior, e à semelhança do que fiz no Instagram, partilho no final uma meditação para este chakra.

Svadhisthana
Imagem daqui

Svadhisthana:  sva = “o próprio” + adhisthana “base, casa, residência”

  • Elemento: Água.
  • Cor: Laranja.
  • Mantra: Vam.
  • Sentidos: Paladar.
  • Glândulas: Gónadas (glândulas reprodutoras).
  • Localização: 2 cm abaixo do umbigo, entre o osso púbico e o umbigo – acima dos genitais, também alinhado com a coluna.
  • Função: Relaciona-se com alimentação e sexualidade, incluindo  a procriação. É local de emoções reprimidas.
  • Cristais associados: Ágata, Olho de tigre, Turmalina cor-de-laranja, Calcita, Topázio.
  • Essências florais: Hibisco.
  • Óleos essenciais: Flor-de-laranjeira, Jasmim
  • Nota musical: Ré.
  • Partes do corpo associadas: coxas, ovários, útero, as trompas de Falópio, a pélvis a região lombar, os rins a bexiga, o intestino grosso, tudo que é líquido como o sangue, a linfa, os sucos digestivos, o sémen.

Este chakra localiza-se 2 cm abaixo do umbigo, e projecta-se para a frente e para trás (há quem represente os chakras projectando-os apenas para a frente).

Rege a necessidade humana de gerar vida, e está relacionado com o funcionamento do sistema reprodutivo masculino e feminino. Influencia tanto as nossas amizades como as nossas relações amorosas. As suas funções principais correspondem à sexualidade do corpo, ao pensamento abstrato e à vontade de viver.

svadhisthana

Svadhisthana em Equilíbrio

Svadhisthana é um dos chakras que mais está ligado às questões emocionais. É responsável pelo sentimento de união, familiaridade e reconhecimento. Quando em equilibrio, a pessoa demonstra grande criatividade e vitalidade. O Svadhisthana representa a nossa auto-estima. É este centro energético que acolhe os traumas, as mágoas, sentimentos de culpa e medos. Através do Svadhisthana, experimentamos um desejo tanto de união física, como união divina com o sagrado feminino e masculino.

Se este chakra está em equilíbrio, a pessoa revelará grande creatividade e capacidade de se relacionar com os outros, mostrando grande compaixão e intuição. Não terá problemas em exprimir-se, e em mostrar quais as suas preferências a nível sexual.

Para as mulheres, trabalhar com o chakra sacral direcciona-nos para o nosso ventre como o guardião da Sagrada Sabedoria Feminina, também conhecida como Shakti, que é puro Amor, a grande impulsionadora do nosso despertar. Convida-nos a ir além dos limites das nossas identidades e a romper com nossos conceitos ilusórios, para que possamos alinhar-nos com a verdade. A verdade vem da sabedoria de nosso centro criativo, nosso ventre, nosso núcleo, o nosso saber intuitivo.

Svadhisthana em Desequilíbrio

Este chakra particular oscila entre a hiperactividades e a hipoactividade.

Svadhisthana é onde que se acumulam as emoções reprimidas. As emoções podem ser difíceis de enfrentar, e por isso fechamo-la numa gaveta, em vez de nos permitir-mos sentir e transbordar as emoções que temos cá dentro. Isto pode resultar durante algum tempo, mas não para sempre. As emoções que estão contidas no subconsciente manifestar-se-ão de outras maneiras: medo, raiva, ansiedade, ressentimento.

É também possível que a pessoa apresente distúrbios alimentares (desde comer em demasia, até não comer de todo), excesso de sono, fadiga crónica, sem nunca acordar com sensação de ter descansado a não ser que durma muitas horas.

Bloqueios ou hipoactividade neste chakra podem levar a perda da criatividade, baixa energia sexual, sentimentos de fastio, medo de mudança, e atitudes frias e rígidas. Existirão problemas emocionais associados às relações, incluindo a nível sexual, resultando, muitas vezes, em frustração. Fisicamente, a pessoa pode ter sintomas como dor na região lombar, e psicologicamente, terá problemas de confiança nos outros, instabilidade emocional, repressão sexual. Apresenta também falta de inspiração e de capacidade de negociação.

Também é com base neste chakra, quando se encontra demasiado activo, que se desenvolvem comportamentos de procura exagerada de prazer em comida, drogas, álcool, contacto social, festas ou sexo, que se tornam em vícios, e por isso é importante equilibrar este chakra e canalizar os desejos de forma apropriada, procurando manter um equilíbrio naquilo que lhe dá prazer. Não ignorar, mas também não ser excessivo. Muitas vezes estas pessoas vivem um caos emocional, podendo desrespeitar os próprios limites ou os dos outros, visto que têm tendência para ser relacional e emocionalmente muito dependentes. Podem ainda sentir-se inspiradas e creativas, mas faltará a concentração necessária  para realizar a tarefa.

Equilibrar Svadhisthana

Aqui ficam algumas dicas para equilibrar este chakra, incluindo uma meditação.

A centralização neste chakra permite que a mente reflita o mundo, como a lua reflete o sol. Adquire-se a capacidade de usar a energia criativa e sustentadora para elevar-se às artes refinadas e às relações puras, tornando-se livre da luxúria, ira, ganância, insegurança e ciúme.

Svadhisthana
Imagem daqui
  • Trabalho com terapias que permitam a libertação emocional, como uma massagem de relaxamento, ou um profissional com quem falar.
  • Terapias como a dança, que façam o corpo mexer-se com ritmo e utilizar as ancas.
  • Trabalho com a Criança Interior. Posso publicar uma meditação para a criança interior, se quiserem, conheço algumas muito boas.
  • Compromete-te com prazeres saudáveis, como praticar um desporto, desenvolver-te na pintura ou outra arte que gostes, juntar-te a um grupo de limpeza das praias, meditação ao ar livre, ou yoga (que tem excelentes posturas dirigidas a este chakra). Pode ser algo que tu gostes, mas que exiga que tenhas de assumir um compromisso.
  • Alimenta o teu lado creativo.
  • Assume a responsabilidade pelo que está a acontecer na tua vida, tantos as vitórias como os erros.
  • Toma conta do teu corpo, seja com prática desportiva, alimentação saudável, meditação, e mimando a tua pele com óleos ou cremes perfumados (óleos essenciais referidos no início do artigo), ou até uma massagem.
  • Respeita-te e ao teu corpo nos parceiros sexuais que escolhes, e procura uma vida sexual saudável, sem excessos e sem a reprimir.
  • Honra-te com um hobbie ou actividade que fazes apenas por prazer: dança, canta, trabalha no jardim, pinta, faz um blog.
  • Repete afirmações positivas relacionadas com este chakra, como “eu estou cheio de potencial creativo”, “os meus sentidos estão vivos, alerta e conectados”, “eu tenho a capacidade de sentir, de aprender e de experenciar o mundo através dos meus sentidos”, “a minha saúde é forte e pura”, “eu mereço prazer na minha vida”, “eu abraço a vida com paixão, alegria e felicidade”, “aceito a minha sexualidade”, “eu relaciono-me com os outros sem me perder de quem sou”, “eu sinto abundância na minha vida”.
  • Os cristais mencionados acima, usados em acessórios, na mala ou no bolso.
  • Reiki.

Meditação

Deixo-vos aqui uma meditação que utilizo para este chakra. Por vezes acompanho com um incenso de jasmin.

Senta-te na margem de uma almofada, cobertor ou yoga brick, ou até no chão. Tal como na meditação anterior, pode ser na posição de lótus, semi-lótus ou de joelhos, o que for mais confortável para ti. Pousa as mãos no colo, com a mão esquerda por baixo da mão direita, como uma taça; os dedos da mão esquerda a quase tocarem o pulso direito, os polegares a tocarem-se levemente.

Fecha os olhos e respira lentamente pelo nariz. Assegura-te que estás confortável , e faz os ajustes necessários.

Imagina e procura sentir uma bola de luz laranja e brilhante localizada 2 dedos abaixo do umbigo, e mantém-te conectado com essa sensação durante o tempo que quiseres.

Vizualiza esta bola a crescer com as inspirações, fluindo, preenchendo de luz a zona lombar, região sagrada, abdómen inferior e genitais. Cada vez que inalas, a luz laranja cresce até os atingir estas zonas. Fica assim o tempo que sentires que é necessário.

Depois, imagina à tua volta um pôr-do-sol vermelho-alaranjado, brilhante, com cores garridas. Imagina que este direcciona alguns dos seus raios brilhantes para a zona do teu segundo chakra. Quando expirares, sente a energia do sol fluir pelo teu corpo, desde este chakra, em todas as direcções. A cada inspiração imagina-te receber energia do sol, e a cada expiração sente essa energia crescer dentro de ti e expandir-se para além de ti, a partir do Svadhisthana.

Quando estiveres preparado, traz-te, lentamente, outra vez para aquela bola laranja inicial na zona do chakra. Conecta-te novamente com a sensação da sua presença ali.

Devagar traz a tua atenção para o que te rodeia. Finaliza com o mantra Vam três vezes, com uma inspiração profunda entre cada entoação. Quando terminares, abana-te de alto a baixo, como se estivesses a sacudir alguma coisa do teu corpo.

Espero que seja útil. Se tiverem sugestões, podem deixar nos comentários 🙂

~ Om Shanti


Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: